Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda – Howard Pyle

rei_arthurPoucos são aqueles que não conhecem a figura do rei Arthur. Popular desde a Idade Média, as histórias que orbitavam o lendário líder britânico são um amálgama entre mitos, obras literárias fantasiosas e até mesmo a possibilidade de uma inspiração em uma real personalidade histórica. Não é de se estranhar que suas histórias, os temas abordados, os personagens que o acompanham e sua própria imagem varie tanto. Continuar lendo

Anúncios

1356 – Bernard Cornwell

1356Bernard Cornwell é um nome fácil nas recomendações dos leitores de ficção histórica. Mestre em narrativas militares, especialmente pelas descrições dos caóticos e intensos combates que facilmente ganham vida na imaginação do leitor. O autor faz por merecer sua fama, dificilmente você encontra outros que consigam captar tão bem quanto ele a atmosfera de desespero e êxtase de um campo de batalha, mas às vezes nem isso basta… Continuar lendo

Os Pilares da Terra – Ken Follet

Os_Pilares_da_TerraA religião constituía uma parte fundamental na vida medieval, não apenas no papel unificador ou espiritual, mas também no campo intelectual, político, econômico e social. A igreja era o centro de tudo, era o coração das cidades e vilarejos, e nada manifestava mais a ascensão do poder e riqueza da Igreja do que as catedrais. As catedrais eram as maiores, mais caras e mais complexas construções da época, eram erguidas para inspirar admiração e devoção, mas toda essa imponência demandava uma quantia enorme de recursos humanos, materiais e financeiros, levando décadas, ou até mesmo séculos, até ficarem prontas. Elas refletiam não apenas o caráter religioso e cultural da época, mas também a ambição e o desejo humano. Os Pilares da Terra usa esse cenário, contudo esta não é exatamente uma história sobre a construção de uma catedral. Continuar lendo

Filmes ambientados na Idade Média

A Idade Média compreende o período entre os séculos V e XV, desde a queda do Império Romano do Ocidente até queda de Constantinopla, tomada pelo Império Otomano, ou, segundo alguns historiadores, com a viagem de Colombo ao continente americano. Apesar dos renascentistas e iluministas terem pregado que essa era uma “Idade das Trevas”, a realidade é bem diferente dessa visão preconceituosa referente ao período que se seguiu a cultura grego-romana, tão adorada por essa galera, mas o que importa mesmo para esse post é que esse período sangrento (como qualquer outro da História da humanidade, diga-se de passagem) é uma fonte inesgotável para uma miríade de histórias nas mais diferentes mídias; algumas delas muito boas, outras medianas e umas muito ruins também. Já que o cinema adora retratar esse período, e eu pessoalmente gosto bastante desse tipo de filme, resolvi partir para uma pequena lista de filmes dentro desse tema. Continuar lendo

Azincourt – Bernard Cornwell

Azincourt ou Agincourt, como os ingleses chamam, foi uma batalha ocorrida na Idade Média, mais precisamente em 25 de outubro de 1415 (dia de São Crispim), fazendo parte da famosa Guerra dos 100 anos. Foi uma das batalhas que os ingleses mais se orgulham, afinal eles deram uma surra nos franceses, e foi uma vitória improvável devido à superioridade numérica dos inimigos e pelas dificuldades enfrentadas pelos famintos e cansados soldados ingleses, mas principalmente porque a esmagadora vitória foi contra os franceses.  É praticamente o 7×1 dos deles contra os seus “rivais”, algo que pode ser comparado de leve com a rivalidade entre os brasileiros e os argentinos, porém entre os europeus é até maior devido aos constantes conflitos que ambos tiveram ao longo dos anos. Dito isto de introdução, vamos ao livro em si. Continuar lendo