Branca dos mortos e os sete zumbis e outros contos macabros – Fábio Yabu

116398250SZEra uma vez um livro de conto de fadas escrito pelo Fábio Yabu, o Branca dos mortos e os sete zumbis e outros contos macabros, e esse livro não era um livro comum. Não era igual a aqueles livros de contos de fadas que você lia quando era criança. Estes não são aqueles contos que viraram filmes da Disney onde todos viveram felizes para sempre. Bem, esse não é um livro de contos de fadas comum.

Como já podem imaginar esse livro é uma releitura um pouco mais sombria dos contos de fadas mais conhecidos, que originalmente eram bem sombrios de fato, mas que acabaram sendo suavizados com o tempo para atender a outros objetivos e também a outros públicos, já que inicialmente não eram formas dos pais distraírem os filhos, mas sim parte do folclore local e também uma forma de ensinar alguns valores e lições para as crianças, ainda que de uma forma forte e sinistra. O mais legal é que é um livro nacional, e algo bem diferente do que costumam publicar por estas terras. Infelizmente na produção nacional, tanto na questão de livros quanto de filmes, alguns estilos como a fantasia e o terror são pouco explorados, mas felizmente, pelo menos se tratando de livros, essa visão já começa a mudar tanto com as editoras que apostam nos novos escritores que tentam fazer algo diferente quanto com os leitores que já não possuem tanto preconceito com os livros nacionais. Isso acaba favorecendo o mercado, abrindo cada vez mais espaço para livros como esse e mostrando que esse tipo de literatura pode ser escrito por um brazuca e que pode ser bem sucedido comercialmente.

O interessante é a escolha do autor em simular o estilo da escrita de muitos de escritores famosos do gênero, algo como um tipo de homenagem e uma brincadeira com o estilo em si. Dá pra perceber desde um toque de Neil Gaiman, de H.P. Lovecraft, e uma clara influência de Edgar Allan Poe. O leitor fã do estilo vai se divertir ao perceber esse detalhe ao ir lendo os contos.

Algumas histórias são excelentes, outras boas, e algumas confesso que não fui lá muito com a cara, ficaram muito gore pro meu gosto, como a primeira que dá nome ao livro, por exemplo, mas algumas me surpreenderam muito positivamente, como o conto “O fim de quase todas as coisas”. O legal é que em muitas delas você apenas encontra o sentido e a ligação com os contos infantis lendo o último parágrafo, e você acaba se surpreendendo ao estar lendo algo referente ao Patinho Feio, Pinóquio ou os Três Porquinhos sem perceber. E algumas histórias se entrelaçam, como um mesmo universo compartilhado dos contos de fadas, algo como em Shrek, embora, obviamente, o que se encontra aqui não seja algo voltado ao público infantil com um tom tão leve como é com mundo do famoso ogro verde, mas esse encontro de personagens de histórias diferentes é um ponto positivo a meu ver e dá um toque especial a esse mundo sombrio.

Vale a dica aí pra quem gosta ou pra quem quer ver algo diferente. Uma leitura rápida e divertida. Não creio que se encaixará no gosto de todos, mas pelo menos vale conferir porque a chance de se surpreender positivamente é alta.

E todos viveram felizes para sempre… ou não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s