Prince of Thorns – Mark Lawrence

prince-of-thorns Temos fantasias mais clássicas onde há um lado nobre e honroso combatendo contra o maléfico lado negro. Temos fantasias onde o bem e o mal não são bem definidos e cada personagem tem os seus interesses e age de acordo com eles. Temos também a fantasia sombria, ou dark fantasy se preferirem, como é no caso desse livro, que combina elementos de fantasia com o terror. Continuar lendo

Anúncios

Mestre (Saga do Mago Vol.2) – Raymond E. Feist

“[…] se é meu dever servir o Império, e se a ordem social do Império é responsável pela sua própria estagnação, é meu dever alterar essa ordem social, ainda que tenha de destruí-la.”

Mago MestreMago – Mestre é o segundo volume da Saga do Mago na versão reeditada de 1992, sendo na verdade a segunda parte do livro “Magician”, publicado em 1982, a primeira, Mago – Aprendiz, já teve a sua resenha publicada no blog onde expliquei um pouco melhor essa coisa de “Edição preferida do autor”. Continuar lendo

O cavaleiro dos sete reinos – George R.R. Martin

cavaleiroBem diferente da série de livros da qual esse spin-off se origina, já vou logo dizendo. É mais heroico, mais “branco e preto”, assim como as canções que geralmente são citadas nos livros sobre esses feitos do passado. É também mais simples, sem tantos personagens, casas e intrigas, mas isso não é nenhum demérito desse livro, acho até que é um grande ponto positivo. Por ser tão direto, menor e mais leve, creio que algumas pessoas possam até gostar mais desse  livro do que das Crônicas de gelo e fogo, dependendo do gosto pessoal, obviamente, e pra quem já gosta da série principal é quase certo que também irá gostar desse livro. Continuar lendo

A Revolução dos Bichos – George Orwell

a-revolucao-dos-bichos (525x800)Já havia falado no blog sobre a magnum opus do George Owell, um dos escritores mais famosos e influentes do século XX, o fantástico livro 1984, e, obviamente, não poderia também deixar de falar em outro livro do autor, um que para muitos leitores é considerado uma leitura quase que obrigatória e tão boa como 1984, é a fábula política A Revolução dos Bichos. Continuar lendo